Ministério da Cultura e Caixa Seguradora apresentam:

10/07/2017 11:08:32

Fomentação da arte através do Eu Faço Cultura.

Espetáculo O Filho da Mãe

Sempre com o objetivo de democratizar o acesso cultural à população mais afastada do consumo cultural, o Eu Faço Cultura promove e facilita a conexão entre o público e produtores culturais. Nesses anos de projeto, foram incontáveis espetáculos de casa cheia e muita alegria. Confira os comentários de quem já fez parte: “Gostaríamos de registrar o imenso prazer de poder concluir essa parceria para a fomentação das artes através do Projeto Eu Faço Cultura. É muito honroso poder compartilhar nosso espetáculo “O Filho da Mãe”, com essa iniciativa extremamente relevante, que atende um público ávido a contemplar as artes. Sem dúvida alguma, essa plataforma, é o melhor programa de fomentação cultural no Brasil. Desejo que tenha vida longa e possa, ainda, levar milhares de pessoas ao teatro. A experiência de troca entre o público, que vai aos espetáculos através da plataforma Eu Faço Cultura, e os atores é enriquecedora e muito importante que tenha continuidade para que possamos, cada vez mais, formar plateias. Parabéns mais uma vez”. Juliano Melcunas, produtor da peça O Filho da Mãe. "Domingo chovia muito na região do teatro, ainda teve a Virada Cultural. Mesmo assim, com a bagunça das ruas e toda a chuva, as pessoas compareceram em peso. Muitas chegaram molhadas, secando seus sapatos. Quando viram o Dalton Vigh atravessar o hall da entrada do teatro, ficaram emocionados. Muitos nunca tiveram o prazer de ver um ator conhecido de perto. As senhoras que fazem atividades esportivas conosco ficaram com o queixo caído, com a boca aberta, olhando o ator passar balançando o seu guarda-chuva para tirar o excesso de água. Foi bonito observá-las! Esse é um dos prazeres que eu sinto em poder proporcionar a essas pessoas, uma coisa tão simples, mas que gerou comentários felizes”. Professor Paulo Suyoshi Minami da escola CEU Alto Alegre, que levou os alunos dos cursos UNICEU (Universidade abertas do CEU), ETEC (curso técnico) e EJA (educação de jovens e adultos) para assistir ao espetáculo Uma Peça Por Outra.

Trabalhando...