Ministério da Cidadania e Caixa Seguradora apresentam:

A- A+
08/10/2019 11:33:58

Espetáculo mostra readaptação longe de casa

Escrita a partir de livro premiado, a peça “Qual é meu nome, mamãe?” expõe dores e dificuldades de um pequeno refugiado

Até o fim do ano passado, 70,8 milhões de pessoas foram obrigadas a deixar seus lares fugindo de guerras, perseguições políticas e violações de direitos humanos, por exemplo. É como se um terço dos brasileiros tivesse que deixar o lugar onde vive.

O número, divulgado pelo Alto Comissariado da ONU para refugiados, é o dado mais recente ligado a deslocamentos internos (dentro do mesmo país) e a refúgio (quando a pessoa se vê forçada a deixar seu país) no mundo.

Ter que se reinventar longe de casa é o ponto de partida do livro “My name is not Refugee”, de Kate Milner. Ainda sem tradução no Brasil, a obra venceu, em 2016, o prêmio V&A Illustration Awards.

É a prova de que a cultura pode transformar realidades.

E, com o livro de Milner como grande fonte de inspiração, o grupo teatral “Cegonha Bando de Criação” preparou o espetáculo “Qual é meu nome, mamãe?”.

Voltada ao público infantil, a produção expõe dores e dificuldades de um pequeno refugiado. Ao mesmo tempo, mostra momentos alegres e desafiadores, como provar novos sabores e aprender outro idioma. 

Quer mais detalhes do espetáculo? Então, veja o link abaixo.

https://www.eufacocultura.com.br/Home/Produto/10599

Trabalhando...