Ministério da Cidadania e Caixa Seguradora apresentam:

06/03/2019 15:25:42

Fevereiro une voto feminino e espetáculo sobre a mulher.

Eu Faço Cultura disponibilizou, em fevereiro de 2019, o musical “Lugar de escuta”, que discute feminismo e lugar de fala. Também em fevereiro, mas de 1932, a luta era pelo voto da mulher.

em fevereiro, mas de 1932, a luta era pelo voto da mulher

Quase 90 anos atrás, 87 para ser preciso, as brasileiras finalmente conquistavam o direito ao voto. A medida foi inserida no Código Eleitoral Provisório (o decreto 21.076), de 24 de fevereiro de 1932.

Assim mesmo, o voto feminino era restrito às mulheres casadas (e apenas com autorização dos maridos) e às solteiras e viúvas que tivessem renda própria. Restrições que só seriam eliminadas dois anos depois. 

Como o objetivo de lembrar esse dia 24 de fevereiro de 1932, o Eu faço Cultura disponibilizou, em fevereiro de 2019, o espetáculo “Lugar de escuta”, na plataforma. Realizado pelo projeto M.O.T.I.M. – Mulheres Organizadas por um Teatro em Infinito Movimento, a peça discute temas como feminismo e lugar de fala.

O elenco é formado somente por mulheres, e, ao longo do musical, a plateia é incentivada a participar dos rumos da história. O recado é o de empoderamento, e as integrantes do coletivo deixam isso claro: “viemos para dar voz ao universo feminino. Viemos para dar voz àquelas que foram caladas e para aquelas que ainda virão”.

Trabalhando...