Ministério do Turismo e Caixa Seguradora apresentam:

A- A+
03/03/2021 12:22:30

Livro resgata a tragédia de Mariana e a morte de um rio.

O desastre que abalou a Bacia do Rio Doce, em Minas Gerais, é o ponto de partida da obra de Leo Cunha e André Neves.

Um dos destaques da nossa plataforma é “Um dia, um rio”. No livro, voltado para o público infantil, Leo Cunha e André Neves contam uma história que tem se repetido no Brasil: um rio é invadido pela lama da mineração, matando fauna e flora.

De forma lírica, a dupla lembra o desastre ambiental que abalou a Bacia do Rio Doce, em 2015, após a Barragem do Fundão, em Mariana (MG), se romper. O tipo de tragédia que voltaria aos jornais quatro anos depois, quando a Barragem do Córrego do Feijão, em Brumadinho (MG), cedeu.  

E, para que o assunto não seja esquecido, os escritores comparam as águas a “um lamento, um grito de socorro tardio de um rio indefeso que não tem como reagir ao ser invadido pela lama da mineração”.

É como se o rio tivesse “perdido sua voz (...), como se cantasse uma triste modinha de viola, recordando o tempo em que alimentava de vida seu leito, suas margens e as regiões por onde passava”.

Trabalhando...